Buscar por:

MACACÃO DE SEGURANÇA

Proteção do Corpo Inteiro

Favoritos:

Dúvidas:

AvaliaAvaliação:

Avalie este EPI

N° CA:39182

Situação:
VÁLIDO

Validade:
05/10/2021vencerá daqui 251 dias

N° Processo:
46000005998201613

Natureza:
Importado

Nome Comercial (Modelo)

Macacão de Segurança Covertech 300

Descrição Completa

Macacão de segurança confeccionado em tecido não tecido (TNT) de polipropileno com uma camada laminada de polietileno, capuz de três peças com elástico, f6echamento frontal com zíper bidirecional e aba protetora, elástico no punho para ajuste no dedo polegar, costuras seladas, elástico na cintura, punhos e tornozelos.

Observações (adicionada pelo Fabricante)

Clique no botão BOLETIM TÉCNICO no início da página e baixe a FICHA TÉCNICA do produto.

Fotos do Equipamento

  • CA39182 - MACACÃO DE SEGURANÇA

Fabricante

Razão Social Importador:
VCH - IMPORTADORA, EXPORTADORA E DISTRIBUICAO DE PRODUTOS LTDA

CNPJ Importador:
10.702.092/0001-05

Nome Fantasia:
VOLK DO BRASIL

Site:
https://volkdobrasil.com.br

Cidade/UF:
OSASCO/SP

Avaliação Geral:

4,39 Bom
18 avaliações

Total de CA's
do Fabricante:304

Dados Complementares

Marcação:
Na etiqueta

Referências:
Volk CoverTech 300

Cor:
Amarela

Aprovado Para:
PROTEÇÃO DO TRONCO, MEMBROS SUPERIORES E MEMBROS INFERIORES DO USUÁRIO CONTRA RISCOS DE ORIGEM QUÍMICA E CONTRA RISCOS DE ORIGEM QUÍMICA (AGROTÓXICOS).

Observação:
I) EPI aprovado para Tipo (3) - Vestimenta de proteção química contra jato líquido, Tipo (4) - Vestimenta de proteção química resistente a líquidos pulverizados e Tipo (6) - Vestimenta de proteção química com proteção limitada contra líquidos químicos, para a ISO 16602:2007. II) Desempenhos apresentados segundo a ISO 16602:2007: a. Nível "2" no ensaio de resistência ao rasgamento trapezoidal, que varia de 1 a 6, sendo 6 o melhor resultado; b. Permeação a líquidos (Tipo 3 e 4): 0-Acetato de Etila, 0-Acetona, 0-Acetonitrila, 0-Diclorometano, 0-Dietilamina, 0-Dissulfeto de Carbono, 0-n-Heptano, 1-Metanol, 0-Tetrahidrofurano, 0-Tolueno, 6-Ác. Sulfúrico concentrado, 6-Ác. Sulfúrico 18%, 6-Hidróxido de Sódio 40%. Os níveis de desempenhos variam de 0 a 6, sendo 6 o melhor resultado. c. Penetração a Líquidos (Tipo 6): 3-Ácido Sulfúrico 30%, 3-Hidróxido de Sódio 10%, 3-Butanol, 3-O-Xileno; Repelência a Líquidos: 3-Ácido Sulfúrico 30%, 2-Hidróxido de Sódio 10%, 2-Butanol, 2-O-Xileno, que variam de 0 a 3, sendo 3 o melhor resultado. III) O EPI obteve o nível de proteção "2" para a ISO 27065. IV) Verificar junto ao importador o desempenho do EPI frente a outros elementos químicos, conforme ensaios realizados em laboratório nacional credenciado junto ao Ministério do Trabalho.

Laudos

N° do Laudo:
031/16

CNPJ do Laboratório:
46.384.400/0023-54

Razão Social:
IAC - INSTITUTO AGRONÔMICO DE CAMPINAS

N° do Laudo:
1 082 607-203/2016

CNPJ do Laboratório:
60.633.674/0006-60

Razão Social:
IPT/FRANCA - INSTITUTO DE PESQUISAS TECNOLÓGICAS

Normas

  • ISO 16602:2007 + A1:2012
  • ISO 27065

Histórico

Data da Alteração (Ordem Crescente) Ocorrência
05/10/2016 Expedido

Dúvidas sobre este CA

Declaro que, ao clicar no botão abaixo e registrar a minha dúvida, confirmo que estou
CIENTE e CONCORDO com os Termos e Condições deste serviço.
Enviar Dúvida

Este CA não possui nenhuma Dúvida registrada. Seja o primeiro a registrar!

Avalie este EPI

Sua avaliação é muito importante para toda a comunidade de Profissionais de SMS.

×
Publicidade:
×
E-mail:
Senha:
Manter-me conectado
Entrar
Esqueci Senha | Cadastre-se
×
Enviar Lista de EPIs por E-mail
Remetente:
E-mail Remetente:
Destinatário:
E-mail Destinatário:
Mensagem:
Enviar
×
Minha Lista de EPIs Nenhum Item
×

O que é CA?

O CA - Certificado de Aprovação - é um documento emitido pelo Ministério do Trabalho e Emprego que tem por finalidade avaliar e manter um padrão nos equipamento de proteção.

A NR6 - que regulariza os equipamentos de proteção individual - exige que todo equipamento de proteção individual, de fabricação nacional ou importado, só poderá ser posto à venda ou utilizado com a marcação do CA.

Para se obter um CA, o fabricante ou importador, deve enviar uma amostra do equipamento para um laboratório autorizado, o laboratório faz testes com esse equipamento e emite um laudo com as características do produto. Esse laudo é enviado ao MTE para emissão do CA que garantirá o padrão dos equipamentos que devem obedecer as especificações presentes no laudo.

Como funciona o Portal ConsultaCA.com? Assista nosso vídeo!